• frcb@rosacruzdobrasil.org.br

Pitágoras

A biografia de Pitágoras está envolta em lendas. Diz-se que o seu nome significa altar da Pítia ou o que foi anunciado pela Pítia, pois sua mãe, ao consultar uma pitonisa, soube que a criança seria um ser excepcional. Foi um filósofo e matemático grego, que nasceu em Samos, pelos anos de 571 a.C. e 570 a.C. e passou para outros planos provavelmente em 497 a.C. ou 496 a.C. em Metaponto (Itália antiga). Foi o fundador de uma escola de pensamento grega chamada em sua homenagem de Pitagórica, que funcionou em Crotona (colônia grega na península itálica). Os princípios dessa instituição foram determinantes para a evolução geral da matemática e da filosofia ocidental. Seus principais enfoques eram: harmonia matemática, doutrina dos números e dualismo cósmico essencial. Ele foi, inclusive, o criador da palavra “filósofo”.

Para os pitagóricos, os números são considerados como essência das coisas, pois dão noções opostas (limitado e ilimitado) e expressam as relações que se encontram em permanente processo de mutação. Os números também explicam a teoria da harmonia das esferas (o cosmos regido por relações matemáticas). A observação dos astros sugeriu-lhes a ideia de que uma ordem domina o universo. Provas disso seriam o dia e a noite, o alterar das estações e o movimento circular e perfeito das estrelas. Também concluíram que a Terra é esférica, estrela entre as estrelas que se movem ao redor de um fogo central. Alguns pitagóricos chegaram até a falar da rotação da Terra sobre seu eixo, mas as maiores descobertas de Pitágoras ou de seus discípulos (já que há obscuridades que cercam o pitagorismo devido ao caráter esotérico e secreto da escola) deram-se no domínio da geometria. Só para citar uma: o “Teorema de Pitágoras”.

O símbolo utilizado pela escola era o pentagrama, que, como descobriu o Mestre, possui propriedades místicas. Ele descobriu também em que proporções uma corda deve ser dividida para a obtenção das notas musicais dó, ré, mi, etc. A palavra matemática (mathematiké, em grego) surgiu com Pitágoras, que foi o primeiro a concebê-la como um sistema de pensamento, mergulhado em provas dedutivas.

Pitágoras percorreu por 30 anos o Egito, Babilônia, Síria, Fenícia, Índia e Pérsia, onde acumulou ecléticos conhecimentos: astronomia, matemática, filosofia, misticismo e religião. Ao biografar Pitágoras, Jâmblico (300 d.C.) registra que o Mestre vivia repetindo aos discípulos: “todas as coisas podem ser representadas por números”.

Pensamentos de Pitágoras:

  1. “Educai as crianças e não será preciso punir os homens.”
  2. “Não é livre quem não obteve domínio sobre si.”
  3. “Pensem o que quiserem de ti; faze aquilo que te parece justo.”
  4. “O que fala semeia; o que escuta recolhe.”
  5. “Ajuda teus semelhantes a levantar a carga, mas não a carregues.”
  6. “Com ordem e com tempo encontra-se o segredo de fazer tudo e tudo fazer bem.”
  7. “Todas as coisas são números.”
  8. “A melhor maneira de que o homem dispõe, para se aperfeiçoar, é aproximar-se de DEUS.”
  9. “A Evolução é a Lei da Vida, o Número é a Lei do Universo, a Unidade é a Lei de DEUS.”